SEO PARA E-COMMERCE

13/07/2018

SEO PARA E-COMMERCE

SEO PARA E-COMMERCE

Vamos começar com as dicas básicas, que você consegue aplicar com mais facilidade e que o seu site não pode deixar de ter. 

Descrição dos produtos


Pronto, você já colocou a palavra-chave no título, nas heading tags, na meta description, nas imagens e na URL. Agora só falta usá-la no conteúdo da página.

Usar “geladeira brastemp frost free” – naturalmente, com bom senso – ao longo da descrição do produto aumenta as chances de aparecer na busca por esses termos.

Crie um texto original e interessante para seus produtos e categorias, de modo que engaje o usuário e mostre ao Google sobre o que você está falando (mais adiante explicaremos por que fugir das descrições-padrão enviadas pelo fornecedor).

Minimize o gap de suas palavras-chave


O conceito de keyword gap (numa tradução livre: ‘distância entre palavras-chave’) descreve muito bem o fato de que seus clientes provavelmente usarão palavras-chave diferentes para encontrar seus produtos e serviços. Mas elas terão uma certa aproximação de significados.

Por exemplo, se você está vendendo “smartphones”, é provável que seus clientes se refiram a eles como “smartphones” na caixa de pesquisa do Google. Mas eles podem também procurar por “celulares”, “dispositivos móveis” e procurar também as marcas ou modelos específicos de alguns smartphones.

Publique vídeos no YouTube


O YouTube é o segundo motor de busca mais popular depois do Google. Depois de reduzir o gap entre suas principais palavras-chave e produzir conteúdo de alta qualidade, investir esforço para postar vídeos no YouTube e otimizá-los para pesquisa dará grandes resultados.

*Na seleção de palavras-chaves, tenha cuidado com dois pontos:

Não escolha termos muito amplos, senão, provavelmente você terá uma alta taxa de rejeição e baixa taxa de conversão, já que muitas pessoas vão clicar no seu site e não encontrar o que estavam procurando.

Tenha cuidado para não escolher palavras-chaves com alta concorrência, pois será mais difícil aparecer nos primeiros resultados do Google.

As redes sociais afetam o seu SEO


De acordo com o Google e o Bing, os resultados das redes sociais agora cobrem entre 8 e 10% dos seus algoritmos de busca orgânica. A sua presença nas redes sociais é agora muito mais relevante para o seu SEO! Isso significa que o Google está analisando o volume dos sinais nas redes sociais que são produzidos pela sua presença na web.





Nossos Clientes

Alguns sites criados em Curitiba e em todo Brasil

Mahout - ERP Cloud
Imes Metalúrgica
Ponto Laser Depilação em Curitiba
Cendro Radiologia Blumenau
Curso de Pompoarismo com Nany Maravilha
Potencial - Desenvolvimento Humano
Família Kryon
Harmony Pilates e Yoga
Anzoategui Advogado Especialista em Dívidas
Ferreira Filho Associados
Camara Vicelli Fisioterapia e Acumpultura
Eu Controller - Administrador e consultor de empresas
Clinica Odonto Lima
Fabrica Teatral - Cia de Teatro
Clínica Estética Curitiba Belle Peau